11 de abr de 2009

loucura mesmo, que a mim também parece estranho largar o livro no meio da frase, olhar pro teto, perder a mira, o raciocínio e as mãos apaixonadas na almofada. mas não se trata de paixão. é só um parar demais, um pensar demais, um sair largando livros e frases incompletas pela casa, pelas horas, por aí

Nenhum comentário: