18 de mai de 2011

manual sobre partidas

e tudo o que rodei era pra ver
se valia a pena a dor.

não vale, amor.

8 comentários:

Roberto Borati disse...

quanto tempo não passo aqui...e me deparo com essa simplicidade enorme que é seu escrito.

ótimo.

beijos, beijos!

Long Haired Lady disse...

vim clicando, clicando e cheguei aqui! que bom!

parto levando uns versinhos ( com os devidos creditos!)

beijo!

Márcia Leite. disse...

simples assim!

:*

Fred Caju disse...

Às vezes é melhor atestar que teorizar.

Ana Julia disse...

ah!

Barrão disse...

=)

Ranzinza disse...

Nada vale uma dor, nada!

D.Everson disse...

o seu minimalismo me lembra meus poemas pequeninos hehehee
tow gostando do q estou a ler k