19 de abr de 2013

inventário

catapora, dor
de dente,
quatro pés na bunda,
duas bicicletas,
máquina de lavar
roupas,
dezesseis poemas

vinte e quatro
anos

e posso dizer
que consegui, na vida,
uma janela - pequena
vista para o mundo,
carregar
esta pena.

3 comentários:

há palavra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
há palavra disse...

Isso é que é inventário poético!

Humor e sentimento em equilíbrio - e a pausa em dois versos na segunda estrofe: perfeita.

Abraços, bons caminhos...

Fred Caju disse...

Esse espólio está só no começo, levando em consideração que esses 24 podem ser multiplicados até pelo menos 3 vezes na vida.